FOCO, COMO CRIÁ-LO?

Hoje se fala muito em inteligência emocional e já ficou provado para muitas empresas que não basta um QI elevado para o desempenho de funções de liderança, regimes autoritários e egoístas não são bem sucedidos.

E foco é uma competência que pertence à inteligência emocional. O foco interno por exemplo é primordial para autocontrole e automotivação.  O foco no externo auxilia na leitura do sistema como entender as mudanças no mercado como mudanças na economia, tecnologia por exemplo.

foco2

Segundo Daniel Goleman autor do livro Inteligência Emocional, livro traduzido para mais de 30 idiomas e referência no assunto, os circuitos cerebrais usados pela concentração são os mesmos que geram a ansiedade e quando aumenta o fluxo de distrações, a ansiedade tende a aumentar na mesma proporção.

Fiquemos atentos para criarmos condições para parar , para concentrar, meditar …

As distrações tecnológicas, a agitação diária, pré-ocupações, retiram a possibilidade de transformações e novas ideias em nossas vidas.

Segundo Goleman, a concentração ou meditação, leva a pessoa a um estado de consciência aberta e esta é a fonte dos pensamentos criativos.

Dormir bem ajuda na concentração, respirar de forma correta também auxilia na oxigenação do sangue facilitando todo o processo, mas é necessário, momentos sem nenhuma interrupção onde se olha para o nada e se esvazia a mente para uma melhor performance posterior cheia de foco e resultados.

Vamos praticar?

As leituras do blog não substituem a eficácia dos atendimentos, eles são meramente informativos.

Entre em contato através de nosso email.

 

Boa semana!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*